As vindimas já chegaram ao Douro – Chapéu de palha na cabeça, tesoura na mão, balde e no final os pés no lagar.

480 Metros de Piso Transparente – Passadiços de Paiva
28 Agosto, 2017
Neste fim de semana todos os caminhos vão dar ao Red Bull Race – Porto e Vila Nova de Gaia
31 Agosto, 2017

As vindimas já chegaram ao Douro – Chapéu de palha na cabeça, tesoura na mão, balde e no final os pés no lagar.

Conhecer o Vale do Douro ou Douro Valley, é sem dúvida uma das experiências mais sublimes para quem visita Portugal.

Se no passado viajar era uma das maiores maravilhas do mundo, desfrutar da paisagem duriense, seja de carro, bicicleta, moto ou mesmo a pé, é descobrir ou redescobrir um destino absolutamente apaixonante.

 

Descarregue a App do Visite Comigo é GRÁTIS.

 

 

 

Localização

O Vale do Douro, tem uma localização privilegiada, nas encostas montanhosa do Rio Douro e seus afluentes, ocupa uma extensão de cerca de 250 km2 de pura magia e encantamento. A imagem do Vale do Douro Vinhateiro, que embeleza toda a paisagem envolvente, é como de uma escadório, soberbo de socalcos e patamares, vinhedos feitos em terra, xisto, granito e muito esforço humano.

A Região Demarcada do Douro Vinhateiro, Património da Humanidade, produz uma das mais elevadas gamas de vinho no mundo, com merecido lugar de destaque no mercado nacional e internacional.

E como disse Miguel Torga: “Não se vê por que maneira, este solo é capaz de dar pão e vinho. Mas dá. Nas margens de um rio de oiro, crucificado entre o calor do céu que de cima o bebe e a sede do leito que de baixo o seca, erguem-se os muros do milagre. Em íngremes socalcos, varadins que nenhum palácio aveza, crescem as cepas como os manjericos às janelas. No Setembro, os homens deixam as eiras da Terra-fria e descem, em rogas, a escadaria do lagar de xisto. Cantam, dançam e trabalham. Depois sobem. E daí a pouco há sol engarrafado a embebedar os quatro cantos do mundo”.

Foto: Visite Comigo

O Vinho

Quando estamos perante os rótulos de garrafas com os nomes Vintage, Tawny e Ruby, identificamos de imediato que são vinhos do Porto, o processo de vinificação é praticamente o mesmo, mas isso não significa que são iguais, pois a forma que se realiza a educação do vinho é que transmite o carácter inconfundível de cada um.

O mês de Setembro, é o mês que permitem ao visitante, contemplar a paisagem duriense, pois o precioso fruto, que produz o néctar mais cobiçado de Portugal, está praticamente pronto para a grande colheita. Embora neste ano, com o grande calor e seca, durante o verão, na Região Demarcada, tem antecipado algumas colheitas para o mês de Agosto.

É por isso que muitas Quintas de Vinho do Porto e de Mesa, abrem suas portas para permitir que nós, desfrutemos da chamada Vindima.

 

Foto: Visite Comigo

 

 

Existem várias formas para você desfrutar das Vindimas no Douro.

 

Operador Turístico

Com operador turístico é confortável, minha sugestão é a CM TOUR.

Tivemos o privilegio de visitar a região do Alto Douro Vinhateiro com eles, neste ano, foi uma experiência incrível. O pick-up foi na estação da Régua, depois de uma maravilhosa viagem de comboio junto ao rio Douro, eles também buscam no hotel na região do Porto-Centro, o que é muito bom e confortável para o visitante.

Visitamos tranquilamente três quintas, que produzem o vinho do Porto e de Mesa o chamado vinho maduro, com prova de vinho e degustações de produtos da região. Visitamos também o museu de azeite, fizemos um cruzeiro com cerca de 6 KM no Vale do Douro e almoçamos em um delicioso restaurante, com comida tipicamente duriense. Tudo isso em um único dia.

Acredito que a experiência que eles conquistaram no mercado, o nível do custo-beneficio e o profissionalismo dos guias, fazem a diferença, tivemos a sorte de ter a Diana como nossa guia, muito gentil e prestativa. Eles estão com excelente programas para vindimas para este ano.

Foto: Visite Comigo – Alto Douro Vinhateiro

Visita Direta nas Quintas

Você poderá deslocar-se até a quinta, a Quinta da Pacheca, por exemplo, uma das mais premiadas e prestigiadas produtoras de vinho, na região do Douro, já está com o programa completo, que incluem além da experiência que é maravilhosa, ainda proporciona a opção para o visitante pernoitar.

O programa é dividido em três fases a escolha do visitante.

  • Um dia de Vindima.
  • Um dia de Vindima com alojamento.
  • Lagarada Tradicional.
  • Lagarada tradicional com jantar.

Quinta da Pacheca
Rua do Relógio do Sol, 261 - Cambres - 5100-424 Lamego - Portugal
Contacto: T: +351 254 331 229
E-mail: reservas@quintadapacheca.com
Coordenadas GPS: 41º 09’ 19,89’’ N 7º 47’ 51,77''O

 

 

A Quinta da Roêda, também, abrem as portas para os visitantes, produzem o vinho do Porto Croft, estão com programas de piquenique nas vinhas, onde o visitante poderá adquirir uma cesta preparada com excelentes produtos e iguarias regionais, e poderá aproveitar o ambiente romântico, tendo a presença do rio Douro no cenário único e envolvente. Deixe-se levar pela experiência memorável da natureza vínica. Os programas das vindimas já estarão disponíveis em Setembro.

Eles também já tem disponíveis o programa aqui.

Morada:Quinta da Roêda
5085-016 Pinhão
Douro- Portugal
Contacto: 220 109 830  
Coordenadas GPS: 41° 11’ 9” N 7° 31’ 42” W
 Horários:  Todos os dias das 10h às 18h

 

A Real Companhia Velha– A Quinta das Carvalhas, conhecida pelo produção do vinho Porca da Murça, já tem disponível o programa apanha da uva, almoço, mesa de escolha, lagarada e prova de vinhos. Confira o programa completo aqui.

Real Companhia Velha
Quinta das Carvalhas . Douro . Pinhão 
Contacto: 254 738 050
E-mail: carvalhas@realcompanhiavelha.pt

Descarregue a App do Visite Comigo é GRÁTIS.

Tenha disponível na palma das mãos, excelentes sugestões de interesse turísticos para conhecer e desfrutar no norte de Portugal, inclusive como chegar nos Passadiços de Paiva. Tudo com referência Geolocalizada.

Play Store

App Store

 

1 Comentário

  1. […] Quinta já estão de portas abertas no Douro, confira aqui algumas […]